A nossa cozinha está de portas abertas! Ela é o coração pulsante deste organismo vivo que é a Vila da Criança! As crianças adoram explorar esse espaço cheio de segredos, novidades  e muitas experiências sensoriais. E as crianças dialogam diretamente com o cozinheiro!

Os pães, bolos e tortinhas servidos para as crianças são feitos na nossa cozinha, o que garante todo o cuidado no manuseio dos alimentos, que estão sempre fresquinhos. Queremos proporcionar uma vivência única para as crianças: uma viagem na qual o ponto de chegada é um quintal de anos atrás. Um pomar, uma horta, aquele cheiro de terra molhada pela chuva…  Por isso, não faz parte da nossa filosofia trabalhar com brigadeiros, cupcakes e outros docinhos.

Investimos nas vivências com a culinária por acreditar nos benefícios dessa rica experiência! Quando a criança tem a chance de tocar nos alimentos, sentir o cheiro, conhecer uma fruta na sua forma natural, descascar, picar, experimentar, transformar em sucos… ela tem uma interação simples e verdadeira com a comida. Aguçar o paladar, sentir o aroma, perceber as texturas, observar as cores, conhecer os benefícios e a estrutura do alimento são práticas que despertam naturalmente a vontade de experimentar.

Quando a criança abre uma laranja: “huummm… vem aquele perfume”! A sensação de ter um gominho explodindo na boca é uma alegria! Descascar uma banana, uma mexerica, fazer suco de abacaxi, de goiaba, descobrir que o milho tem cabelo, que a melancia não vem de uma árvore, perceber as sementes do mamão, do maracujá, a cor vibrante de uma pitaya… São experiências que despertam um encanto por este universo. E isso tudo faz parte da nossa rotina alimentar com as crianças.

A Vila da Criança mantém um canal aberto de comunicação com as famílias para que as dúvidas sobre a alimentação das crianças sejam esclarecidas, os receios sejam afastados e as dicas de nutrição possam ser compartilhadas. No aplicativo, enviamos o registro do lanche dos pequenos diariamente. O nosso intuito é garantir o equilíbrio da alimentação no dia a dia. E para dar certo, precisamos da parceria das famílias!