5 maneiras diferentes de oferecer frutas ao seu filho

Seu filho faz cara feia quando você oferece frutas?

Preparamos 5 maneiras diferentes para você oferecer as frutas ao seu filho. Confira!

Por Crescer

Cheias de cor, sabor e texturas. É importante que as frutas façam parte da alimentação do seu filho. Elas contêm água, fibras, vitaminas, sais minerais, frutose, carboidratos, gorduras e proteínas. E não é só. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), há evidências de que a ingestão desse tipo de alimento diminui o risco de diabetes e obesidade.

A recomendação dos especialistas é que crianças acima de 1 ano consumam de três a quatro porções por dia. Mas, se o seu filho faz parte da turma que não quer nem ouvir o nome delas, uma boa ideia é oferecê-las de forma diferente. Veja só algumas ideias:

– Invente desenhos com frutas no prato. Um rosto de palhaço pode ser feito usando uvas para os olhos, cereja para o nariz, e banana para a boca. Para uma carinha de cachorro, utilize fatias de banana e passas para os olhos, ameixa para o nariz e fatias de morango para a língua. Use sua criatividade!

– Coloque frutas picadas e sortidas em espetinhos.

– Jogue um iogurte em cima das frutas.

– Prepare salada de frutas com formatos diferentes (a melancia, por exemplo, pode ser cortada como uma estrelinha).

– Faça picolés com pedaços de frutas. Basta cortá-las em cubinhos, misturar com suco de laranja ou limão, colocar em fôrmas próprias, espetar um palito de madeira e levar ao congelador.

Como acertar na escolha

Abacate
A fruta deve ter a casca bem lisa, fina e verde. Aperte-os suavemente para verificar se estão firmes.

Abacaxi
O cheiro é um bom sinal de que a fruta está boa. Se é agradável, adocicado, está no ponto. Pressione com os dedos e, se estiver muito duro, ainda está verde. Confira se a casca está dourada e puxe uma folha da coroa: se sair fácil, está bem maduro.

Banana
Melhor que não esteja verde nem totalmente madura. Frutas muito maduras têm mais açúcar que fibras. A parte amarela da casca deve predominar sobre a preta.

Maçã
Rode na mão para ver se não há machucados na casca. Neles, os microorganismos podem se desenvolver. Quanto mais vermelha a maçã, mais doce.

Pêra
Se a casca está ligeiramente macia, cede um pouco ao toque, a pêra estará doce, saborosa. Se o cabinho sai fácil, está bastante madura, pronta para comer no dia.

Laranja
Prefira as mais pesadas, porque têm mais sumo. A consistência deve ser igual em toda a fruta, um lado não deve ser mais mole que o outro. Quanto mais laranja a casca, mais doce. Para as laranjas de casca amarelo-forte, as manchas de cor marrom mostram que estão doces e com mais suco.

Mamão
Confira se a fruta está macia e sem pontos de bolores na casca.

Manga
Ela deve estar macia ao toque, sem que a casca se rompa quando pressionada.

Melão
É uma das frutas mais difíceis de escolher porque possui a casca dura. Para começar, ela deve estar perfeira, firme, amarela, sem machucados ou partes amolecidas. Ao apertar a extremidade oposta ao caule esta deverá ceder levemente e ao ser sacudido se as sementes estiverem soltas, indica que este está pronto para o consumo.

Artigo retirado da Revista Crescer.