A Visão da Vila sobre a alimentação saudável.

Alimentar não é apenas o ato de ingerir alimentos. Existe todo um contexto em volta desta ação. Além de ser fundamental para o desenvolvimento, homeostasia e saúde do corpo, é também importante para o bem estar e saúde emocional.  Isto porque ao alimentarmos estamos escolhendo não somente o que achamos de sabor agradável, mas também porque estamos reescolhendo aqueles alimentos que nos remetem ao que aprendemos e vivenciamos no dia a dia, desde o momento em que iniciamos nossa educação nutricional.

DSC00602

Durante a infância exploram-se sabores, texturas, cores, cheiros e desde já se inicia a noção do que são os alimentos. É uma fase em que, para a criança, estar assentada à mesa com os pais, fazer lanche em grupo com os colegas da escola, passear no sacolão e fazer piquenique no parque irá refletir nas escolhas feitas por ela futuramente. Além disso, ao criar uma rotina alimentar, os pais estão paralelamente desenvolvendo em seus filhos noções de limite e de organização de horários. Investir em uma boa alimentação desde a infância ajuda na construção de adultos mais saudáveis e conscientes.

A escola é uma parceira nesta formação. Apesar de os primeiros contatos com os alimentos acontecerem em casa, na escola haverá o contato com hábitos diferentes, vindos de outras famílias. Logo, a partir do momento que a escola investe neste tema e torna o hábito comum a todos, cria-se uma nova referência que deve ser estendida para os lares. Estabelecer uma comunicação entre os pais e a escola irá potencializar os resultados da educação nutricional.

  

É pensando nisso que a Vila da Criança investe na alimentação saudável, como uma forma de educar a criança para uma escolha alimentar consciente no futuro. Como nutricionista, percebo que este trabalho é completo e faz toda a diferença, uma vez que abrange não somente as crianças, mas também os pais e as professoras.

Os pais estão sempre informados sobre a qualidade do lanche e de como está o desenvolvimento nutricional da criança. Sempre mandamos na agenda dicas de nutrição, receitas saudáveis e o cardápio. Outro aspecto interessante é o contato deles com o lanche dos seus filhos. No hall de entrada da escola, sempre servimos os sucos e os carboidratos, iguais aos consumidos pelas crianças. Assim eles têm a oportunidade de saborear nossas receitas saudáveis e de opinar também.

É feito um acompanhamento de perto em sala de aula que permite não só estimular a boa alimentação nas crianças, mas também para mapear possíveis problemas que possam apresentar neste quesito. Sendo detectado, os pais logo ficam sabendo e são orientados da melhor forma de procederem.

Outro aspecto abordado aqui na Vila é um lanche nutricionalmente enriquecido. Todas as nossas receitas são acrescidas de alguma fruta ou hortaliça. Você apostaria em um suco de uvas vermelhas, abacaxi, água de coco e repolho roxo? E que tal um delicioso bolo de agrião? Pois saiba que aqui na escola é o maior sucesso! Sempre inovamos receitas e temos a aprovação das crianças e dos pais.

A interação da criançada com o nosso cardápio também é algo sempre estimulado.  Elas participam da produção do lanche e também se manifestam sobre suas preferências. Sempre estimulamos o contato delas com os alimentos e com as receitas. Por exemplo: Elas mesmas descascam suas bananas, suas mexericas. Elas sabem a importância de se comer uma maçã com casca, além de montarem suas próprias saladas de frutas. Tudo é oferecido com o intuito de criar nelas certa intimidade com os alimentos.

As professoras também ajudam e se envolvem no projeto de nutrição. São feitos projetos de culinária, plantação de hortas, bate papos sobre pirâmide alimentar e projetos sobre o trajeto dos alimentos no sistema digestivo, além de muitos outros temas que envolvem a nutrição. Sempre se incentivando e conscientizando as crianças a se alimentarem bem.