Educação Física

Educar crianças não significa ensinar-lhes apenas conhecimentos ou habilidades corporais. Isso os levará a atingirem objetivos limitados. Ambos são importantes, muito mais, porém, é o uso que lhe damos. E isso depende da mente, do corpo, e do coração de quem usa.

Educar é também abrir os olhos das crianças para necessidades e direito dos outros. Precisamos mostrar às crianças que suas ações têm uma dimensão universal, (para toda ação, uma reação). Além de aprender regras e habilidades esportivas específicas, e de suma importância o estímulo a seus sentimentos naturais de amor e empatia, para que venham a ter uma noção de responsabilidade afetiva em relação ao outro.

O uso de jogos e brincadeiras em uma atmosfera de paz, alegria e afeto, têm uma influência decisiva no desenvolvimento neuromotor e na capacidade de aprendizado do aluno. Além disso, estão incluídos no espaço-tempo dedicados à educação física, elementos do cotidiano dos alunos, sendo a ludicidade o meio pelo qual desperto o prazer em conhecer e aperfeiçoar suas habilidades afetivo-motora-sociais.

O resgate de jogos e brincadeiras de rua, a valorização e a importância das regras, o lazer, o respeito ao outro e a natureza, o prazer de descobrir e superar obstáculos a partir da própria ação, são os elementos que norteiam e motivam meu compromisso com uma educação.

Texto do Professor Lobão

Educação Musical

MÚSICA no maternal:
As aulas de música para crianças até os três anos de idade proporcionam, através de um processo lúdico, as possibilidades de conhecimento de mundo, utilizando músicas de vários países, bem como as de nosso folclore.
Durante as aulas, exploramos instrumentos variados dando aos alunos possibilidades para serem trabalhados ritmos e timbres. Além disso trabalhamos equilíbrio, socialização, afetividade, coordenação motora grossa e fina e desenvolvimento corporal. Interdisciplinarmente trabalha-se história, dança e artes cênicas e plásticas, abrangendo e explorando o momento sensorial da criança.

MÚSICA nos períodos:
Para as crianças a partir do 1º período, a proposta das aulas é transmitir a música com o máximo de envolvimento dos alunos que são estimulados através de instrumentos como violão, teclado, instrumentos de percussão e, também, dos que são criados dentro de sala, como o “garrafofône”. Desta maneira, descobrem as diferenças de timbre, alturas, intensidade e duração. Aqui as crianças têm a oportunidade de viajar o Brasil e o mundo, sem sair da escola, através das músicas características de cada cultura, representada por diferentes estilos musicais. Os projetos possibilitam que os alunos também experimentem a composição. Criamos músicas com os temas sugeridos pelos próprios alunos ou pelo professor, fazendo com que a capacidade intuitiva e intelectual de cada um seja trabalhada através de uma metodologia lúdica e dinâmica, própria do mundo da criança. A tecnologia também está presente nas aulas de música, pois usamos o computador e a internet como importantes ferramentas em nossas pesquisas. Aqui na Vila, a música é movimento com informação.

Capoeira

Na capoeira as crianças se envolvem com a plasticidade dos movimentos, com a musicalidade e com a sensação de liberdade do movimento corporal. A capoeira é sinônimo de cultura brasileira, uma arte rica em matéria prima para a criação e realização de atividades lúdicas.

Além de desenvolver a criatividade, a expressão corporal, o diálogo corporal e a coreografia espontânea aliadas à musicalidade, a capoeira propõe uma experimentação lúdica e prazerosa do próprio corpo e do outro, desenvolvendo as capacidades coordenativas (diferenciação, acoplamento, reação, orientação, equilíbrio, mudança e ritmo) por meio de brincadeiras.

Professor Formiga

Culinária

A oficina de culinária para a criança é uma verdadeira investigação!
Ler receitas, calcular quantidades, fazer previsões e observar a transformação dos ingredientes fazem parte desta experiência.
Conhecer novos alimentos, pesar, amassar, cheirar, descascar e espremer frutas é só o começo.
Participar da preparação e acompanhar a produção faz com que a criança sinta prazer em experimentar novos sabores e, com isso, se interessa e aprende mais sobre alimentação saudável.

Ateliê da Vila

Nas oficinas do Ateliê as crianças exploram o fazer com as mãos e a criatividade artesanal.
São propostas artísticas individuais e em grupo. Durante o processo de produção as crianças trocam impressões e experiências, além de desenvolverem a autoestima, o equilíbrio, a expressão e o autoconhecimento.
Incentivamos a criação de cores próprias, trabalhos com materiais reciclados, argila, massinha, tintas e pigmentos naturais.

www.ateliedavila.com

Educação Física

Educar crianças não significa ensinar-lhes apenas conhecimentos ou habilidades corporais. Isso os levará a atingirem objetivos limitados. Ambos são importantes, muito mais, porém, é o uso que lhe damos. E isso depende da mente, do corpo, e do coração de quem usa.

Educar é também abrir os olhos das crianças para necessidades e direito dos outros. Precisamos mostrar às crianças que suas ações têm uma dimensão universal, (para toda ação, uma reação). Além de aprender regras e habilidades esportivas específicas, e de suma importância o estímulo a seus sentimentos naturais de amor e empatia, para que venham a ter uma noção de responsabilidade afetiva em relação ao outro.

O uso de jogos e brincadeiras em uma atmosfera de paz, alegria e afeto, têm uma influência decisiva no desenvolvimento neuromotor e na capacidade de aprendizado do aluno. Além disso, estão incluídos no espaço-tempo dedicados à educação física, elementos do cotidiano dos alunos, sendo a ludicidade o meio pelo qual desperto o prazer em conhecer e aperfeiçoar suas habilidades afetivo-motora-sociais.

O resgate de jogos e brincadeiras de rua, a valorização e a importância das regras, o lazer, o respeito ao outro e a natureza, o prazer de descobrir e superar obstáculos a partir da própria ação, são os elementos que norteiam e motivam meu compromisso com uma educação.

Texto do Professor Lobão

Educação Musical

MÚSICA no maternal:
As aulas de música para crianças até os três anos de idade proporcionam, através de um processo lúdico, as possibilidades de conhecimento de mundo, utilizando músicas de vários países, bem como as de nosso folclore.
Durante as aulas, exploramos instrumentos variados dando aos alunos possibilidades para serem trabalhados ritmos e timbres. Além disso trabalhamos equilíbrio, socialização, afetividade, coordenação motora grossa e fina e desenvolvimento corporal. Interdisciplinarmente trabalha-se história, dança e artes cênicas e plásticas, abrangendo e explorando o momento sensorial da criança.

MÚSICA nos períodos:
Para as crianças a partir do 1º período, a proposta das aulas é transmitir a música com o máximo de envolvimento dos alunos que são estimulados através de instrumentos como violão, teclado, instrumentos de percussão e, também, dos que são criados dentro de sala, como o “garrafofône”. Desta maneira, descobrem as diferenças de timbre, alturas, intensidade e duração. Aqui as crianças têm a oportunidade de viajar o Brasil e o mundo, sem sair da escola, através das músicas características de cada cultura, representada por diferentes estilos musicais. Os projetos possibilitam que os alunos também experimentem a composição. Criamos músicas com os temas sugeridos pelos próprios alunos ou pelo professor, fazendo com que a capacidade intuitiva e intelectual de cada um seja trabalhada através de uma metodologia lúdica e dinâmica, própria do mundo da criança. A tecnologia também está presente nas aulas de música, pois usamos o computador e a internet como importantes ferramentas em nossas pesquisas. Aqui na Vila, a música é movimento com informação.

Capoeira

Na capoeira as crianças se envolvem com a plasticidade dos movimentos, com a musicalidade e com a sensação de liberdade do movimento corporal. A capoeira é sinônimo de cultura brasileira, uma arte rica em matéria prima para a criação e realização de atividades lúdicas.

Além de desenvolver a criatividade, a expressão corporal, o diálogo corporal e a coreografia espontânea aliadas à musicalidade, a capoeira propõe uma experimentação lúdica e prazerosa do próprio corpo e do outro, desenvolvendo as capacidades coordenativas (diferenciação, acoplamento, reação, orientação, equilíbrio, mudança e ritmo) por meio de brincadeiras.

Professor Formiga

Culinária

A oficina de culinária para a criança é uma verdadeira investigação!
Ler receitas, calcular quantidades, fazer previsões e observar a transformação dos ingredientes fazem parte desta experiência.
Conhecer novos alimentos, pesar, amassar, cheirar, descascar e espremer frutas é só o começo.
Participar da preparação e acompanhar a produção faz com que a criança sinta prazer em experimentar novos sabores e, com isso, se interessa e aprende mais sobre alimentação saudável.

Ateliê da Vila

Nas oficinas do Ateliê as crianças exploram o fazer com as mãos e a criatividade artesanal.
São propostas artísticas individuais e em grupo. Durante o processo de produção as crianças trocam impressões e experiências, além de desenvolverem a autoestima, o equilíbrio, a expressão e o autoconhecimento.
Incentivamos a criação de cores próprias, trabalhos com materiais reciclados, argila, massinha, tintas e pigmentos naturais.

www.ateliedavila.com